segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Um texto para vocês!

Primeiro, obrigada a todos pelos comentários no meu aniversário! Eu amei e vou responder um por um!

Como o André me cobrou (hahahahahahahhahahahahahahhaha), eu resolvi postar um dos meus textos.

Esse é curtinho e eu fiz em homenagem aos pais, afinal, a gente sempre lembra muito mais de falar das mães né? rs

Espero que gostem!

Essa semana eu acredito que vou conseguir colocar a minha vida em ordem!  E, quem sabe, consigo colocar mais textos nesse meu espacinho! =D

Beijos


******

Levantou-se naquela manhã sem ter muita certeza se queria começar o dia.

Um súbito frio na barriga indicava que algo mudaria em sua vida, e radicalmente.

Tinha medo do que esperar (a vida costuma pregar peças), mas também havia uma curiosidade avassaladora que pedia para seguir em frente, para descobrir o segredo que o aguardava.

Sentia-se como se pudesse salvar o mundo.

Será que salvaria mesmo?

O que poderia fazer para mudar toda a história da humanidade?

Não tinha sabedoria, não tinha conhecimento, não tinha força e nem mesmo fortuna para oferecer às pessoas que necessitavam de ajuda. Como poderia fazer a diferença?
A sensação permanecia.

Decidiu que enfrentaria o que estava preparado em seu caminho. Tinha certeza que havia uma missão importante a ser cumprida.

Leves batidas em sua porta.

Mais uma vez a sensação de frio, mas dessa vez era na espinha.

Ao abrir, sua futura esposa o aguardava. Parecia procurar por conforto, consideração, amor, no entanto, não deixou de demonstrar que também estava preocupada com ele.

Agora que a via, ele tinha certeza, não tinha sido um sonho. Havia mesmo recebido uma
visita naquela noite e as coisas aconteceriam conforme o prometido.

Admirou a mulher à sua frente por ser corajosa. A amou ainda mais naquele momento e, por fim, entendeu como salvaria o mundo.

Tinha amor em excesso para entregar à humanidade.

_Entre Maria. - disse, por fim. _Temos um salvador para educar. E eu amarei este filho com todas as forças, porque ele também é meu.

9 comentários:

  1. Hahahahhahahahaha ei Gí que legal seu texto! Você sabe escrever menina!
    Tá ferrada agora, quando eu ver você enrolando eu vou te cobrar sempre, hahahahahahahahhahaha.

    Passa lá que atualizei.

    Um bjão!

    ResponderExcluir
  2. Feliz por sua vontade de escrever... pois assim, nos agraciou com essa belezura! Adorei...

    Saudades da sinhazinha, visse!?

    bjkssss

    ResponderExcluir
  3. Oi Gi,

    Tudo bem? A frase:"tinha amor em excesso para entregar à humanidade" foi divina.

    Beijos.

    Lu

    http://lucianasantarita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Gi, se teus textos ja são assim imagina o liivro ai ai ai ^^

    adorei!!!


    bju bju

    ResponderExcluir
  5. Passando para dizer que tem selinho pra você lá no blog: http://pollymomentos.blogspot.com/2012/01/mimo-recebido.html

    ResponderExcluir
  6. Muuuito bonito, tocante e sensivel!
    Parabéns, vc escreve muito bem!!
    Espero poder passar aqui outras vezes e conferir mais de seus textos!

    Abração!

    evesimplesassim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Para começar quero desejar para vc um FELIZ ANIVERSÁRIO atrasado, mas desejo de coração, desejo saúde e muta paz, que vc seja vencedora em tudo que realizar...sempre.
    E agora quero dizer que amei esse texto, simples e de uma profundidade tocante, me deixou mais calma enquanto eu o lia, adorei.
    Beijinhos Gisele.
    Viviane
    Razão e Resenhas
    http://vivianeblood.blogspot.com/2012/01/resenha-os-sete.html

    ResponderExcluir
  8. Oi, seu blog é muito legal e já estou te seguindo.
    Te convido a conhecer o meu blog e se gostar me seguir também ;)
    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com/
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir